Ilustração: Rafael Marçal e Wesley Samp no FIQ 2018 (OBRIGADO)

obrigado-fiq-2018

Eu amo o FIQ, aposto que o Wesley Samp também. E nesse de 2018 aconteceu toda a mágica desse evento de novo. Foram dias intensos, com muito carinho e reencontros.

Obrigado a todos que passaram pela mesa 137, deram aquele abraço, trouxeram aquela comidinha gostosa, todos os elogios e votos de sucesso, que compraram nossos bottons, prints, aos “ah, esse eu ainda não tenho” e aos “então vou levar os livros tudo logo, uai” que fazem a gente voltar em Belo Horizonte a cada FIQ.

Obrigado aos amigos quadrinistas que consegui falar, me desculpem os que não consegui, obrigado aos membros do Clube do Bocó que deixaram a experiência ainda mais incrível e amável e obrigado aos amigos e irmãos que se unem a mim nesses eventos gigantes de quadrinhos.

Amo todos vocês e sou um quadrinista muito melhor graças a esse apoio que me dão.

VEM! Santos Comic Expo 2015

VEM!

Nesse 31 de Outubro, também conhecido como Dia das Bruxas (bejo pra minha sogra =P), rola em Santos, no Centro de Cultura Patrícia Galvão a Megaboga Simpática Santos Comic Expo.

Estarei lançando os livros:
Eu, bocó – A vida na vacilândia
Tiras Cretinas da Rã Zinza
Goles de Sabedoria,
além de Fliperamas que tem história inédita minha.

Santos comic expo, evento, quadrinhos, lançamento do livro, marçal, proféticos, rã zinza, goles de sabedoria, eu bocó

Fica o convite.

Site Oficial:
Santos Comic Expo – http://www.santoscomicexpo.com.br/

Homem-Aranha bocó

Fim de ano chegando e trazendo grandes eventos e grandes novidades aqui na vacilândia.

Eis o Cabeça de Teia.
Spider-man Homem-aranha

E junto com o FIQ (novembro em Belo Horizonte), CCXP (dezembro em São Paulo) e a Santos (dia 31 de outubro, já) Comic Expo virão também os lançamentos de:

Eu, bocó
Goles de Sabedoria
e Tiras Cretinas da Rã Zinza.

Em breve novidades de pré-venda e tudo mais. Aguardeam :p

Diário FIQ 13 - Prólogo do dia 2

Diário Fiq – Dia 2 – Prólogo

Diário FIQ 13 - Prólogo do dia 2

Por que fazer um diário do Fiq depois do Fiq? A ideia veio na oficina de roteiro do Vitor Cafaggi, ele sugeriu um exercício de roteirizar o domingo, último dia do Fiq, mas resolvi roteirizar os 5 dias. Hoje temos o retorno pro Hotel no primeiro dia.

Veja também a primeira parte aqui.
Os 10 mandamentos do Carlos Ruas, o rei do Estande aqui.
AQUI está o post com o nosso Volume de vendas do dia 1.
Aqui o Retorno para o hotel.
E o Fim do dia no Hotel.
No próximo vamos ver mais membros desse estande.

Aguardo vocês.

Aparições:

Casal Coala

E menção honrosa a Vitor Cafaggi que me inspirou a fazer isso aqui =P

Diário FIQ 13 - dia 1 - Fim de noite no hotel

Diário Fiq – Dia 1 – Fim do dia no hotel

Diário FIQ 13 - dia 1 - Fim de noite no hotel

Por que fazer um diário do Fiq depois do Fiq? A ideia veio na oficina de roteiro do Vitor Cafaggi, ele sugeriu um exercício de roteirizar o domingo, último dia do Fiq, mas resolvi roteirizar os 5 dias. Hoje temos o retorno pro Hotel no primeiro dia.

Veja também a primeira parte aqui.
Os 10 mandamentos do Carlos Ruas, o rei do Estande aqui.
AQUI está o post com o nosso Volume de vendas do dia 1.
E aqui o Retorno para o hotel.
No próximo vamos para o dia 2.

Aguardo vocês.

Aparições:

Leonardo Maciel
Wesley Samp
Digo Freitas

E menção honrosa a Vitor Cafaggi que me inspirou a fazer isso aqui =P

Diário FIQ 13 - dia 1 - O retorno pro hotel - Proféticos

Diário Fiq – Dia 1 (calma, já vamos para o dia 2) – Retorno para o hotel

Diário FIQ 13 - dia 1 - O retorno pro hotel - Proféticos

Por que fazer um diário do Fiq depois do Fiq? A ideia veio na oficina de roteiro do Vitor Cafaggi, ele sugeriu um exercício de roteirizar o domingo, último dia do Fiq, mas resolvi roteirizar os 5 dias. Hoje temos o retorno pro Hotel no primeiro dia.

Veja também a primeira parte aqui.
E os 10 mandamentos do Carlos Ruas, o rei do Estande aqui.
E AQUI está o post com o nosso Volume de vendas do dia 1 .
No próximo vamos ver como foi a primeira noite no hotel e aqueles bastidores do Café com HQ.

Aguardo vocês.

Aparições:
Digo Freitas
Leonardo Maciel

E menção honrosa a Vitor Cafaggi que me inspirou a fazer isso aqui =P

Diário FIQ 13 - dia 1 - Volume de Vendas

Diário Fiq – Dia 1 (pois é) – Volume de Vendas

Diário FIQ 13 - dia 1 - Volume de Vendas

Por que fazer um diário do Fiq depois do Fiq? A ideia veio na oficina de roteiro do Vitor Cafaggi, ele sugeriu um exercício de roteirizar o domingo, último dia do Fiq, mas resolvi roteirizar os 5 dias. Hoje temos como foi o volume de vendas no primeiro dia.

Veja também a primeira parte aqui.
E os 10 mandamentos do Carlos Ruas, o rei do Estande aqui.
Na próxima veremos como foi o retorno pro hotel no primeiro dia, com os Walkers da praça comemorando o título do Cruzeiro.

Aguardo vocês.

Aparições:
Leonardo Finocchi
Leonardo Maciel
Gustavo Borges
Pedro Hutsch Balboni
Senhora Coala

E menção honrosa a Vitor Cafaggi que me inspirou a fazer isso aqui =P

FIQ 2011 – Eu fui

Eu fui ao FIQ de 2011 e quero contar tudo para vocês, mas sinceramente nem sei por onde começar.

Na quinta arrumei tudo, as malas, o material dos Proféticos e o coração para encontrar amigos e fazer tantos outros. Saindo na sexta com meu “bródi” Digo Freitas fomos rumo a BH, cidade grande e cheia de mulher bonita, nosso destino era o FIQ e a missão era ficar maravilhado.

Digo e Eu

Primeira vez que ando de avião e confesso que não tem lá muita coisa diferente, mas é legal, tipo uma montanha russa mais lotada. Mas isso contarei mais tarde. Vou começar com a Sexta-feira.

Chegamos ao Hotel, Digo Freitas, Wes Samp, Laís e Felipe. Encontramos com Leonardo Maciel e simbora pro evento, o dia tava tranqüilo, mas bem movimentado.

Logo de cara vi a mesa da Balão editora com Guilherme Kroll, Estevão Ribeiro, Léo Finocchi e outros tantos competentes. Esvaziei meu bolso lá levando coisas do Mário Cau (Nós), do Estevão (Passarinhos 2, mais a pelúcia do Hector) e ainda Pequenos Heróis com Léo Finocchi e Emerson Lopes, entre outros, com roteiro do Estevão.

Mesa da Balão editorial
Ruas, Finocchi e Laís pentelhando

Dali já fui pro Stand dos Trapezistas e Denis e os 23,5. Revi meu grande amigo Denis Mello, e vi ele com vários lançamentos interessantes. Estou lendo aqui e curtindo muito. Comprei também o dos 23,5 e ainda não li, mas garanto que o livro é muito bem feito, qualidade de produção impecável, faz muita diferença.

Conheci também o Harry Potter das Hqs, Felipe Nunes. Um garotinho educado e muito trabalhador, estou lendo aqui a SOS dele e me surpreendo com algumas passagens mais adultas e me divirto com as passagens muito infantis, uma revista interessante que praticamente obriguei-o a me dar =P
Parabéns pessoal, o stand de vocês era bem legal.
Nunes fazendo cara de homem

Dali fui pro 4º Mundo e conheci meu ídolo Mário Cau, pedi a assinatura no Nós e entreguei o livreto dos Proféticos, me surpreendi quando ele disse que já conhecia e ainda me pediu para autografar pra ele. Me senti importante, hahhaha. Comprei também a By the southern Grace of God (Cau e Pruitt) e Consequências (Majado).

Mario Cau assinando o livro pra Cátia

Nesse momento já estava em êxtase, vendo vários outros artistas por ali: Ana Recalde, Carriero, Calvin Vochurinchurinfrunflat, Gustado Duarte… Precisava me hidratar por que o calor estava absurdo também. Aliás o chopp do evento era ótimo, tomei acho que uns 30 ou mais nos 3 dias de evento.

Rafael e Léo
Eu e Leonardo Maciel do Nabunda Nada, fazendo um lanche.

Na volta pra dentro do stand passeei por outras mesas e stands até que me deparei com o do Pandemônio, vi os irmãos Cafaggi (Lu e Vitor) e claro que comprei um monte de coisa: Ryotiras 3 (Ryot), Duo.tone e Valente (Vitor Cafaggi), Saino a percurá (Lelis) e Mix tape da Lu Cafaggi. Conversei com eles, entreguei chaveiro, livretinho e confesso que adorei, os irmãos Cafaggi serão melhores que os gêmeos Bá e Moon, podem contar com isso.

O Lelis eu não cheguei a ver e o Ryot conversei a noite e no outro dia quando ele autografou, grande figura o japonês, simpático e muito competente. Inclusive na hora que ele estava assinando meu livrinho um garoto ao lado questionava um outro autor: “Você que desenhou tudo?” e o autor afirmou, atencioso. Daí o garoto emenda “Então você que fez esse cachorro esquisito?” e agora um pouco sem jeito o autor confirma de novo, nessa hora eu olho pro garoto e falo: “Se você acha esse cachorro esquisito é porque ainda não viu a galinha que o Ryot faz.”

Juro que o Ryot riu.

Galera das Webcomics

Depois disso o tempo passou muito rápido e quando vi estávamos com Carlos Ruas em nossa presença, ele estava no meio de nós. Nosso agregado ilustre do Café com HQ é muito simpático e querido, merece todo o sucesso. Muito assediado no evento apelidei-o, não muito carinhosamente, de Felipe Neto das webcomics.

Inclusive uma hora na pracinha de alimentação, enquanto lanchávamos, um senhor bateu no seu ombro, ele já sacando sua caneta samurai para dar um autógrafo percebeu que o senhor só queria saber onde ele comprou a água. Foi surpreendente.

Eu e o Hômi

Depois disso fomos o Wesley e eu para a Oficina com Dahmer, muito boa e se estendeu pra fora da sala num papo descontraído com a galera.

Conheci o Pietro do Banheiro Selvagem, um dos Piratas do Farravento, o Sérgio do Quadro a Quadro e Vicente do Ruim com elas. Entre outros tantos amigos que fiz ali. Experiência fantástica e de uma importância absurda na forma como vamos lidar com a nossa arte e nosso trabalho.

Depois disso já estávamos com Emerson Lopes, Mariana e Maurício Rett, mas sem Laís, Léo, Digo e Carlos (que voltaram cedo pro Hotel, ratos covardes)… Rumamos para um bar e por lá encontramos Cátia e o Casal Gi e Kim. Noite agradável e regada a tequila e cerveja. Aeeew.

Tequila
Galerona de webcomics

Ainda na sexta conversei com o Kriss amigo do Léo, autor de vários quadrinhos e dono de uma simpatia absurda, acho que conversamos horas e parece que já nos conhecíamos antes. Grande cara.

Sábado.

Acordamos cedo e tomamos nosso café, o dia seria longo.

Café no Hotel
Café no Hotel

Esse foi o dia mais movimentado do evento, um calor ampliado pela ventilação mínima do local, saímos para almoçar fora de lá para se ter uma idéia. Até o Tico ficou com sede.

Eu matando a sede do Tico Tequila
Caso queira uma camiseta igual a essa visite a loja dos Proféticos clicando na imagem.

Mas energias repostas e muito feliz com o grande sucesso do Carlos autografando seu livro, ele é carismático e não tem só leitores, tem fãs. Parabéns.

Nesse dia encontrei com Edu Medeiros, estava pegando chopp e um rastafári tromba comigo no balcão, era ele. Reconheci imediatamente e pasmei quando ele também me reconheceu, muito simpático recebeu meu livreto dos Proféticos e autografou minha Mondo Urbano e Neeb. Taí um cara gente boa.

Café com HQ com Edu Medeiros

Também conversei um pouquinho com Sidney Gusman, Montanaro e Raphael Salimena, grandes figuras do quadrinho nacional e super simpáticos.

Café com HQ e Sidney Gusman

Mais fotos do Sábado.
Marcelo Saravá - 1000 palavras
(Com Marcelo Saravá, do 1000 palavras)

Estevão Ribeiro - Os passarinhos
(Com o Estevão Ribeiro)

Ana Recalde - Patre Primordium
(Com Ana Recalde)

De longe o dia mais cansativo do FIQ, terminamos todos no hotel e conversamos por horas e horas, nem saímos e mesmo assim curtimos e rimos MUITO. Várias histórias de todo mundo, tenho até saudade já.

Domingo.

Esse passou que nem vi, fizemos alguns vídeos de encerramento e tocamos pro FIQ, lá o clima já era de despedida, conversei com o Will e Cadu Simões da Petisco e um pouco com o Vitor Cafaggi antes de ir embora. Comprei um presentinho pra minha filha e peguei o rumo de casa, cheio de garbo e elegância.

Eu e a mochila com o Hector da Malu dentro

Obrigado Fiq, obrigado a todos que foram e estiveram conosco e até a próxima, com certeza.
Quem quiser ver mais fotos me adicione no Facebook, fiz um álbum enorme lá. www.facebook.com/rafamarcal

Hasta La vista, amigos!