5

A hora e a vez de Roger Moreira

É. Ele tanto insistiu que ganhou o Toscar (R).

A-hora-e-a-vez-de-Roger-Moreira

Esse foi um trampo recusado um tempo atrás. Recusamos (sim, eu concordei depois), pois estava muito pesado e tal.
Hoje, depois do papelão dele com a hashtag #primeiroassedio acho que tá leve ainda. :p

3

Porque o termo “Odalisca” é ofensivo

E aí pessoal. EU ERREI.

Isso, em letras garrafais, errei rude, errei feio e espero consertar um pouco as coisas com essa postagem.

Na noite do dia 20 de julho recebi um email da Karoline, dançarina do ventre, que elogiou muito essas artes.

Mas ela me chamou atenção para um erro meu. Usei o termo Odalisca e esse termo é pejorativo, segue a explicação dela.

“Harém significa proibido, pois é uma área exclusiva para as mulheres e crianças (e lá eles tem restrições dentro de casa, determinado lugar é para homem e outro para mulher). Temos diversos tipos de harém e no harém uma odalisca era classificada na parte mais inferior da estratificação social do harém.

E a dança não pertencia somente as odaliscas (essas por ser inferior, vulgarizam o bagulho, misturando sexo, nudez com a dança).

Então, dá uma treta maligna chamar uma dançarina de odalisca. Lê ai que você entende melhor: http://www.danicamargo.com/danca-do-ventre/historico/harem

Que a força esteja contigo!”

Eu pedi desculpas a ela, peço desculpas a todas as dançarinas e peço desculpas ao público por toda essa bagunça que criei aqui.
Sei que não se muda todo um contexto da noite pro dia, mas de agora em diante vou ficar mais esperto e tentar usar termos que eu domino nas postagens.

Uma coisa importante também é não julgar as Odaliscas.

Obrigado Karoline, você poderia me atirar pedras, fazer textão no facebook, mas você foi de uma empatia ímpar. Obrigado, mesmo, pela paciência e didática.

E que a força esteja conosco =)

Página 1 de 212