Diário de Leitura: 50 tons de cinza – parte 6

Diário de Leitura: 50 tons de cinza - parte 6 | virgindade, sexo, relacionamentos, pianista, oral, namoro, livro, leitura, humor, diário de leitura, dedinho ligeiro, conchinha, comentando, Christian Grey, 50 tons de cinza

Diário de leitura: 50 tons de cinza

Dia 6

Capítulo 8

Grey tá putinho porque a Ana não contou pra ele que era virgem e ela se sente culpada um pouco, mas é meio óbvio que virgindade não é um assunto tão bom assim pra quebrar o gelo num flerte.

Nesse ponto ela tá achando o homem da vida dela e ele tá querendo “fechar negócio”… Essa virgindade é um problema.

Palavras dele.

Aí que caras e bocas de cá, suspiros e falsa afetação de lá e resolvem fazer amor, isso, sem força e sem palavrão, fora do acordo e tal, só pra ela debutar nos anais da vida.

Vão pro quarto e a Ana desata a falar das janelas, da cortina, do brilho do piso… Não aguento essa menina.

Agora vai começar o lesco-lesco e é engraçado como a autora descreve as sensações e reações: Tipo, piriquita piscando fica “a musculatura da minha parte mais íntima e escondida se comprime da maneira mais deliciosa”.

Fora todos os “languidamente” e “timidamente” e tal.

Resumindo, ele ajoelhou, apertou languidamente a bunda da Ana e timidamente inseriu a língua na cheirosa vértice entre as pernas de nossa protagonista casta.

Estou sendo influenciado pelo jeito de escrever da autora, eu acho.

Seios intumescidos, mordiscadas e um orgasmo dela. Dedinho ligeiro, uma conferida no campinho e bora botar a camisinha.

Pausa para o alívio cômico: quando ele tira a cueca e pega a camisinha, a Ana se assusta com o tamanho da sua “extensão avantajada” e ele a tranquiliza lembrando-a que ela também dilata.

Voltemos que tem uma virgindade se despedindo aqui, gente.

É um papai-e-mamãe bem básico, ele vai devagarinho, até porque a garagem é nova e tal, e os dois gozam em segundos.

Coelhos.

Segundo round, porque Christian Grey não teria a fama que tem com uma performance tão conservadora.

Ele fala que vai pegar ela por trás, dedinhos ligeiros, oral dela no dedão dele… Mais uma bimbada cheia de possessão da parte dele e euforia da parte dela. Gozam e ela apaga, dorme, sei lá.

Todo homem entende ela.

Quando Ana acorda Grey não está na cama com ela e sim na sala tocando uma serenata pós-coito no piano.

Música triste, Grey pianista triste, não gosta que toquem em seu tórax com pêlos dourados e evita o assunto.

Dormem de conchinha.

Que casal fofo.

%d blogueiros gostam disto: